Doutrina
CADE
Iniciação Espírita
Quartas Feiras às 20h
Sábados às 20h
DEPARTAMENTO DE DOUTRINA

O CENTRO ESPÍRITA ADOLFO BEZERRA DE MENEZES dedica-se ao estudo e a prática da Doutrina Espírita em seu tríplice aspecto: filosófico, científico e religioso, princípios codificados por Allan Kardec.
Este Departamento, ciente da função primordial de servir ao próximo tanto no plano físico como espiritual, coordena, baseado na moral cristã e na Codificação Espírita:
- as Sessões Públicas em todos os seus aspectos: escala dos Expositores e médiuns para fluidoterapia, escolha de temas baseados na Codificação Espírita, analisando as ocorrências cotidianas sob este enfoque;
- as Sessões Mediúnicas, promovendo a educação mediúnica, preparando esclarecedores, conscientizando cada trabalhador da sua importância nesta atividade;
- as Sessões de Desobsessão e Evangelhoterapia, estudo seqüencial de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, que acontecem simultaneamente, em espaços diferentes.
Em consonância com a Campanha Nacional “O Evangelho no Lar e no Coração”, lançada pelo Conselho Federativo Nacional da FEB, proposta pela USE-SP, relaciona procedimentos para que a Equipe de Caravaneiros para a Implantação do Evangelho no Lar faça as visitas de forma tranqüila e disciplinada.
Atua em parceria com os demais Departamentos, assistindo a todos e buscando a disciplina exigida em todas as atividades desenvolvidas no Centro, fortalecendo seus pilares de sustentação; atendendo as exigências do Amor Fraternal em todas as situações.
Compreende que num ambiente despojado de tensões, a Espiritualidade flui com facilidade e os Bem Feitores Espirituais encontram, assim, melhores condições de tocar os corações e iluminar as mentes. A manutenção deste ambiente fraterno vem do estudo constante, do comprometimento e da disposição íntima de cada trabalhador em praticar a Boa Nova, unidos para que o auxílio mútuo acolha, ampare e transforme sob a luz da Doutrina; obtendo antídoto poderoso para as diversas situações que se apresentam.
Palavras de Adolfo Bezerra de Menezes, o nosso Patrono:

A CÚPULA SUBLIME

“Eis traçado aos olhos humanos o plano excelso de Jesus, colocado em mãos do glorioso Ismael. Plano delineado há milênios, que a paciência divina organizou, programou e acaba de executar. Plano grandioso, que trará para as Terras de Santa Cruz as bases angulares do Templo Divino do Senhor a ser edificado no santuário íntimo das almas, concretizando-se nas augustas experiências da Casa de Ismael, ora mais forte, mais plena de amor, coroado pelos esforços grandiloqüentes dos espíritas que velam pela Verdade do Senhor, nas terras áridas dos corações. Realizou-se o ideal sublime: estrelas de luzes esplêndidas desceram do infinito e cobriram as terras brasileiras. Suaves refrigérios foram levados a todos os rincões da Terra maravilhosa que recebeu em seu seio nobre a semente divina do Excelso Senhor. Os planos espirituais estão se interpenetrando, cada vez mais, nos planos espirituais terrenos, levando avante o lema formoso: DEUS, CRISTO E CARIDADE. Aos Espíritas que conhecem e amam a Doutrina Reveladora, aos Espíritas que compreendem o ideal sagrado do Mestre para ser realizado, não só nas Terras de Pindorama, mas em todo orbe terrestre, aos espíritas que receberam a bênção sem par do conhecimento da Verdade e da Luz, aos espíritas que bebem nos livros que descem do Alto, em catadupas de luzes, a essência divina do Evangelho, compete disciplinarem o coração, irmanados na tarefa sacrossanta da caridade legítima, realizando os trabalhos do Senhor com humildade e amor. Posto isto a” convocação geral” para que todos cerrem fileiras em torno dos Templos de Ismael. Por isto a recordação do Pacto Áureo, para que, compenetrados dos deveres e responsabilidades que lhes cabem face aos desejos e vontade do Senhor, dignifiquem, com os exemplos puros de discípulos fervorosos e fiéis, a Doutrina Consoladora. Lá no alto, a cúpula excelsa irradia forças, energia e luzes para os corações abertos à inspiração superior e dispostos, através da boa vontade simples e modesta, ao serviço grandioso da edificação do reino divino no mundo terrestre. Sobre a Cúpula Sublime e bendita, solde resplendente fulgor sob o olhar de Ismael, Jesus dirige e abençoa os frutos da divina aliança e da realização santa de seu coração. Avancemos, pois filhos do Cruzeiro; avancemos com alegria, com gratidão, com amor, na conquista do bem maior – o Amor de Jesus.”
Bezerra
(página recebida em 06/10/70 por Maria Cecília Paiva, publicada em Reformador março/71 e transcrita em Reformador de março/2009 pág. 24 (102).